Acidentes de trabalho nas mãos

por | 03/06/2021 | Outras doenças

Os acidentes de trabalho nas mãos são, provavelmente, tão comuns quanto os acidentes domésticos nas mãos. Entretanto, o potencial para lesões graves é muito maior.

acidentes de trabalho nas mãos - foto 1Apesar da preocupação com acidentes laborais em todo o mundo e das medidas para que ambas as mãos estejam protegidas quando as máquinas estão em funcionamento, infelizmente, os traumas acontecem em grande número.

Pela gravidade das lesões e sequelas permanentes, as mãos gravemente traumatizadas serão as primeiras lesões a serem aboradadas. Geralmente, há um mecanismo misto: esmagamento com lesão térmica, ou tração. Ocorrem diversas fraturas, lesões tendíneas, lesões nervosas, lesões vasculares e perda de cobertura cutânea na mão.

O tratamento acontece de forma seriada: no primeiro momento, há um controle da danos, com fixação das fraturas, revascularização (quando possível), posicionamento das articulações e preparação para cobertura cutânea em um segundo momento. 

Máquinas que, comumente, são protagonistas destes desastres são: calandras, cortadores de papel, máquinas injetoras (plásticas), moedores, misturadores, …

acidentes de trabalho nas mãos - foto 2As cirurgias e a reabilitação devem visar a função das mãos. Pode-se realizar amputação de partes e dedos inteiros e uma pele estável que permita recuperação da mobilidade passiva e ativa o mais precocemente possível. O paciente costuma passar longa temporada internado e é imprescindível que mantenha o pensamento positivo.

Assim como nos acidentes domésticos nas mãos, as facas podem ocasionar lesões tendíneas e lesões nervosas. Os profissionais posicionam os dedos de forma a evitar os traumas, mas, passam longos períodos manipulando alimentos e lâminas. 

As lesões por “maquita”, como são chamadas as serras circulares manuais, são extremamente comuns. Acontecem na mão não dominante, usualmente no polegar, quando se utiliza o equipamento para cortar madeiras (utilidade para qual não é designado). As sociedades de especialidades médicas já fizeram campanhas para evitar estes acidentes. 

Amputações de dedos e das mãos podem acontecer por máquinas tipo “guilhotina”, facas e serras circulares. A parte amputada deve ser acondicionada em uma compressa umedecida ou saco com soro fisiológico e colocada no gelo (cuidado para não colocar diretamente no gelo e “queimar” a parte amputada).  Na matéria sobre reimplantes, pode-se ter mais informações sobre as amputações.

As fraturas dos membros inferiores são as mais comuns nas quedas de altura. Todavia, quando acometem os membros superiores, costumam ocasionar fraturas cominutas e de difícil tratamento. 

acidentes de trabalho nas mãos - foto 3Um “acidente” laboral não usual, são as infecções bacterianas, micobacterianas e fúngicas que acontecem em pacientes que mantêm as mãos molhadas ou dentro de luvas por longos períodos. O tratamento é realizado com anti-microbiano dirigido para a infecção oportunista. 

Costureiras podem-se acidentar com as agulhas das máquinas de costura. Se a agulha causa dano ou atrapalha a função da mão, deve ser retirada.  Apesar de parecer simples, esta cirurgia pode ser angustiante para o cirurgião da mão, caso tenhamos dificuldade em encontrar o corpo estranho. 

Esmagamento e lesões de ponta de dedo são bastante comuns em portas, gavetas, cadeiras dobráveis e devem seguir seu algoritmo de tratamento.

Traumas relativamente inocentes são responsáveis por causar dedo em martelo. As lesões abertas merecem sutura da tira terminal ou reinserção da tira terminal com âncoras ou pullout.

Crédito da foto de destaque: Foto de Ivan Samkov no Pexels

Foto da prensa gráfica: Foto de Anthony Shkraba no Pexels

Foto das mãos: Foto de Yassin Doukhane no Pexels

 

Dr. Diego Figueira Falcochio

Ortopedista especialista em mão e microcirurgia

CRM 122.897 TEOT 11.487

Leia também

Pin It on Pinterest