Cirurgia de Cisto Sinovial na Mão: O Que é e Como Tratar

Postado em: 12/06/2024

Cirurgia de Cisto Sinovial na Mão: O Que é e Como Tratar

Como cirurgião especializado em mão, lido frequentemente com o Cisto Sinovial, uma condição comum que afeta muitos de meus pacientes. 

Esses cistos, embora benignos, podem causar desconforto significativo e limitar a mobilidade, afetando a qualidade de vida do indivíduo. 

Neste artigo, compartilho um panorama sobre o cisto sinovial na mão, suas opções de tratamento e o que esperar da cirurgia. Continue a leitura para conferir! 

O que é o cisto sinovial na mão?

O Cisto Sinovial, também conhecido como cisto ganglionar, é uma protuberância cheia de líquido que se forma principalmente em torno das articulações ou tendões da mão e do pulso. 

É o tipo mais comum de tumor benigno da mão, constituído por um fluido viscoso e gelatinoso conhecido como líquido sinovial, essencial para a lubrificação das articulações.

Causas e sintomas 

Embora a causa exata seja desconhecida, a formação desses cistos pode estar associada a lesões, traumas repetitivos ou desgaste natural das articulações.

Os cistos sinoviais são mais prevalentes em mulheres e indivíduos entre 20 e 40 anos. 

Os sintomas podem variar, mas frequentemente incluem dor, sensibilidade ao toque, fraqueza muscular e, em alguns casos, formigamento ou restrição de movimento, dependendo do tamanho e da localização do cisto.

Diagnóstico e tratamento inicial do cisto sinovial

O diagnóstico de um cisto sinovial é primariamente clínico, mas pode ser complementado por exames de imagem, como ultrassonografia ou ressonância magnética, para uma avaliação mais detalhada. 

O tratamento pode não ser necessário se o cisto não causar dor ou desconforto, mas em casos sintomáticos, as opções variam desde terapias conservadoras até procedimentos invasivos.

Um exemplo de tratamento conservador é a aspiração e injeção de corticosteroides. 

Esta é uma abordagem minimamente invasiva onde o líquido é aspirado do cisto, e corticosteroides são injetados para reduzir a inflamação e prevenir recorrências.

Cirurgia para cisto sinovial na mão

Se as abordagens conservadoras falharem ou se o cisto causar desconforto significativo, a cirurgia pode ser recomendada.

Quando se trata de cirurgia para remoção de cisto sinovial na mão, cada passo é meticulosamente planejado para garantir a máxima eficácia com o mínimo desconforto. 

A operação geralmente é realizada sob anestesia local ou regional, o que permite que o paciente permaneça acordado, mas sem sentir dor na área operada. 

A escolha do tipo de anestesia depende da complexidade do cisto e da preferência do paciente, com consideração especial à sua saúde geral e a quaisquer preocupações específicas que possam influenciar a decisão.

Incisão e acesso

A primeira etapa do procedimento cirúrgico envolve fazer uma pequena incisão diretamente sobre o cisto ou próximo a ele, dependendo de sua localização exata e da estrutura da mão do paciente. 

Isso permite um acesso direto ao cisto sinovial, minimizando danos aos tecidos saudáveis adjacentes. 

Utilizo técnicas cirúrgicas precisas para afastar cuidadosamente a pele e os tecidos moles, o que me permite visualizar claramente a protuberância e avaliar a melhor maneira de proceder com a remoção.

Remoção

A remoção do cisto sinovial envolve cuidados meticulosos para extrair não apenas o cisto, mas também parte da cápsula articular adjacente se observado que isso pode reduzir a probabilidade de recorrência

Em alguns casos, pequenos fragmentos do cisto podem aderir aos tecidos circundantes, exigindo atenção para garantir que todo o material seja removido. 

Essa parte do procedimento é crucial para evitar que o cisto se reforme.

Fechamento e cuidados pós-operatórios

Após a remoção do cisto, a próxima etapa é fechar a incisão. Isso é geralmente realizado com suturas que são escolhidas com base na localização e no tamanho da incisão. 

Em alguns casos, podem ser usados adesivos ou fitas cirúrgicas, que proporcionam uma cicatrização estética e minimizam o desconforto pós-operatório.

Um curativo estéril é aplicado sobre a área para proteger a incisão durante as primeiras fases da cicatrização. 

Dependendo da extensão da remoção e da localização do cisto, posso recomendar a imobilização da mão e do pulso com uma tala. 

Essa imobilização ajuda a manter a área estável e reduz o risco de complicações, como movimento que poderia reabrir a incisão ou interferir no processo de cicatrização.

Monitoramento e recuperação

Após a cirurgia, é essencial um período de monitoramento, durante o qual avalio a resposta inicial do paciente à intervenção e asseguro que não há sinais de complicações. 

O tempo de recuperação varia, mas a maioria dos pacientes pode retomar suas atividades normais dentro de algumas semanas, seguindo rigorosamente as orientações pós-operatórias. 

Fisioterapia ou terapia ocupacional podem ser recomendadas para ajudar a restaurar a força e a flexibilidade da mão.

Cada etapa do procedimento é projetada para maximizar a segurança e eficácia, minimizando o desconforto do paciente e promovendo uma recuperação eficiente.

As características do cisto sinovial podem variar muito de caso para caso. Seus impactos e sintomas norteiam as decisões sobre o tratamento.

Para agendar uma consulta e conversar com mais detalhes sobre o assunto, envie uma mensagem pelo WhatsApp! Será um prazer recebê-lo! 

Dr. Diego Falcochio
Especialista em Cirurgia de Mão e Microcirurgia 
CRM 122897 | RQE TEOT 11.487

Leia também:

Este post foi útil?

Clique nas estrelas

Média / 5. Votos

Seja o primeiro a avaliar este post.